29.11.09

Olá, meu amor.

 

No outro dia, fui jantar a casa de uns amigos nossos. Antes de começares a tua relação com ela, era hábito estares sempre em casa deles; digamos que já fazias parte da casa (pelo menos, as tuas fotos ainda estão na "wall of fame", na cozinha.

Era até comum ficares lá a dormir. Eles têm uma cama insuflável, a qual eles ainda consideram "tua", na qual dormias na cozinha, quando lá ficavas. "Just like Cinderella", costumavas dizer.

 

Agora, sou eu quem lá passa grande parte do tempo. Apesar de não saberem o motivo pelo qual muitas vezes estou em baixo, eles apoiam-me e, acima de tudo, fazem-me rir. Nem que para isso tenhamos que deitar abaixo 6 garrafas de vinho ;)

 

Mas, voltando ao que estava a dizer. Estava eu lá a jantar (éramos, ao todo, sete pessoas à mesa) e a conversa foi, invariavelmente, parar à tua relação com ela.

Estavam todos a comentar como é cedo para vocês estarem já noivos.

A certa altura, um deles disse algo muito certo: tu és um homem de paixões. Quando algo ou alguém te tem "head over heels", ninguém te pára.

Foi assim com a tua antiga namorada (noiva), foi assim com alguns dos teus amigos, é assim com o nosso projecto, é assim com a tua música.

 

Uma das nossas amigas (que também lá estava a jantar) ainda está sentida contigo; uma vez, ao que parece, disseste-lhe que a tua primeira "coisa" favorita eram os teus pais, a segunda os teus amigos coreanos (ela e o namorado) e a terceira era vinho coreano.

Ela levou isto muito a sério e, tanto ela quanto o namorado, consideravam-te irmão deles. Tal como me consideram a mim irmã e, diga-se de passagem, isto é uma grande honra - para eles, não se chama "irmã" ou "irmão" a qualquer um.

A verdade é que, desde que a "paixão" pela tua nova namorada começou, afastaste-te também deles, e é algo que eles sentem muito.

 

Mas bom, toda esta conversa para dizer qual a conclusão a que todos chegámos nesse dia: tu és, como já escrevi antes, um homem de "paixões".

Mas, eventualmente, algumas das tuas paixões vão desvanecendo.

 

A minha esperança, neste momento, é que também esta se desvaneça - e todas as outras voltem a brilhar.

 

 

Ontem passei por ti e fingi que não te vi. Estavas a uns bons 20 metros de distância, com o laptop no colo. Passei por ti duas vezes e, em ambas, senti o teu olhar cravado em mim. Vi-te, inclusivé, virar a cabeça no meu sentido, até não me veres mais (bendita visão periférica!).

Quando cheguei a casa, tinha comentários teus no meu Facebook. Tu, que nunca usas o Facebook para nada.

Sei que, mais uma vez, estou a fazer "a great deal out of it", mas não me importa - por agora, é quanto basta para me fazer sorrir.

 

Amo-te.

sinto-me: saudável
música: Feeling good - Michael Bublé
publicado por Amora às 23:12

Não é estranho como as pessoas conseguem ser tão cegas à racionalidade e seguir apenas as suas emoções, como se isso fosse a solução de todos os problemas.
Sim, minha querida. Aquele poema é a segunda música da minha playlist no blog :)
Beijinho e continua a lutar*
Em Fá Sustenido a 30 de Novembro de 2009 às 00:41

Hm, vou agora mesmo ouvi-la! Ando com um "craving" (o google diz q "craving" em português é desejo, mas não sei se será essa a palavra q procuro) de ouvir música nova! De qualidade, porque de música nova está o mundo cheio, agora qualidade que é boa, nada... hehe

Bjs
Amora a 30 de Novembro de 2009 às 01:31

Meu anjo, já vi o teu e-mail. Mas estou horrivelmente atarefada. Amanhã em principio isto acalma, prometo que te respondo tá?

Por agora, força nesse coraçãozinho que sei que precisas. *
melody a 1 de Dezembro de 2009 às 12:19

Minha querida, desculpa nunca mais ter respondido. Ultimamente os meus dias tëm sido caóticos - nem me lembro da última vez em que dormi mais do que 6 horas seguidas!

Mas, assim que possa, envio-te um email, sim? Se entretanto quiseres enviar outro, estás, é claro, à vontade.

Beijinhos
Amora a 14 de Dezembro de 2009 às 00:31

Querida, desculpa, só hoje vi este comentário aqui. Passado mais de um mes. Mea culpa. ;|
Eu também não consegui dizer mais nada. Tive um mes de janeiro caótico. Mas finalmente acabou este semestre.
Quanto ao coração.. Ai... Ele está em portugal. E isso resume-se ao mesmo de sempre. O meu coração a vacilar. Mas enfim.
Sim, hei-de te mandar um novo e-mail porque quero saber como andas tu que abandonaste este cantinho aqui!

Beijinho *
melody a 28 de Janeiro de 2010 às 00:15

Que raiva, quando lhe dizes o que sentes? Que tal hoje? Seria perfeito... É que geralmente uma pessoa de paixões deixa de as ter quando encontra a pessoa perfeita ou quado a encontoru e tentya esquecer.
S a 1 de Dezembro de 2009 às 23:23

O pior é que eu acho q ele já encontrou a pessoa perfeita. Enfim!

Bjs
Amora a 14 de Dezembro de 2009 às 00:32

E porque achas isso? Eu não acho, pois eu não aco que a pessoa perfeita o faria afastar de todos oos amios, mas sim juntaria-se com eles aos amigos...
S a 14 de Dezembro de 2009 às 01:02

Olá querida. não será a "great deal" mas sim "something that have a certain mather" não sei se me expremi bem, mas será talvez uma coisa de algum/ bastante significado ele olhar para ti até desapareceres...ai querida quem me dera um dia chegar aqui e ver escrito HE LOVES ME HE'S CERTAIN ABOUT IT...isso seria a amior das alegrias para mim, para ti nem quantifico, só torço para k como sempre digo ele acorde e veja! Um imenso beijinho para ti minha amiga querida. Tudo mas tudo de bom hoje e sempre.
Sindarin a 8 de Dezembro de 2009 às 16:12

Olá minha querida!

Sim, é como dizes, it might not be a great deal, but it sure does matter... at least in my world it does ;)

Como sempre, obrigada por todo o apoio que sempre me dás.

Beijinhos grandes
Amora a 14 de Dezembro de 2009 às 00:33

Eu amo-te. Tu não sabes. Eu nunca terei a coragem de te dizer.
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

30


arquivos
2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
blogs SAPO